top of page

Já sentiu a obrigação de presentear?


Quantas vezes você recebeu um convite para um aniversário e teve que arranjar um presente às pressas? Quantas datas comemorativas por ano você troca presentes com um grupo fixo de pessoas? Seja mesversário, aniversário de casamento, dia das mães, natal? Talvez você seja a pessoa mais animada para escolher os presentes e goste de dar e receber, mas já pensou se existe alguém no seu grupo que se sente obrigado(a) a participar?


Posso soar como o Grinch agora, mas eu não gosto de me sentir obrigada a nada. Longe de ser mão de vaca ou mesquinha, mas eu sou daquelas que compra algo espontâneo em viagens ou passeios quando me lembro de alguém que gosto. Não resisto à lembrancinhas que são a "cara da pessoa", sabe? É um alívio que entre adultos é aceitável ir de mãos vazias a uma festa de aniversário. Afinal, muitas vezes a comanda é individual e o valet não é gratuito, né?


Eu só queria normalizar esta regra social porque sentir obrigação em dar algum presente por formalidade é uma sensação bem chata. Se você gosta e faz questão de receber presentes, por favor comunique isto aos seus convidados. Pois ninguém vai adivinhar se você falar que não precisa ganhar nada, e quando ninguém de fato de der nada, você ficar chateado(a). E se você não liga para presentes, seja claro e repita o seu desejo aos seus amigos e familiares para que ninguém gaste tempo nem dinheiro procurando algo que você não se importa. Sem falar de toda a burocracia que é fazer a troca de peças que não gostamos ou que não serviram; pior ainda é não encontrar nada pra trocar na loja porque simplesmente não nos identificamos com a marca...


Existe uma diferença entre ganhar um presente "pronto" e um personalizado. O melhor dos mundos é conseguir dar exatamente algo que a pessoa esteja precisando ou que ela especificou que deseja receber, mas nem todo mundo tem este nível de intimidade...


Quando você terceiriza a escolha/compra/preparo de algo para alguém, você diz nas entrelinhas que:


-está dando este presente impessoal porque se sentiu no dever de dar algo;

- tem outras prioridades, por isso comprou algo prático.


Cada vez mais as pessoas estão sentindo a necessidade de produtos e serviços customizados, individualizados e exclusivos. Embora muita gente valorize itens de luxo e de alto valor monetário, existe um outro grupo de pessoas que prefere ser lembrado e celebrado com pequenos gestos, presentes feitos à mão e principalmente TEMPO (de qualidade pra quem conhece as 5 linguagens do amor).


Se você recebeu um presente personalizado, saiba que a pessoa que te presenteou dedicou TEMPO pensando em você e no que você gosta de verdade.

Não precisamos de uma data especial para presentar alguém que amamos. Presentear e ser presenteado é uma lembrança de que somos importantes para alguém, naquele dia.


Outro dia convidei uma amiga para almoçar e quando ela chegou e viu que eu havia preparado todos os pratos sozinha, ela ficou muito emocionada e disse que se sentiu especial por eu ter cozinhado pra ela.


Eu poderia ter pedido delivery, não podia? Mas o meu intuito era justamente comunicar que a nossa amizade significava muito pra mim, e que era um prazer dedicar meu tempo preparando algo pra desfrutarmos juntas, para celebrar a nossa amizade!


Por que o momento de agora é chamado de presente?

Pois estar vivo ao redor de pessoas especiais é motivo de sobra para celebrar!





29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page