top of page

Qual a sua relação com as redes sociais?

Atualizado: 16 de jun. de 2023

Arranjando desculpas para justificar o meu vício


Imagem por Marvin Meyer em Unsplash

É muito louco pensar que até pouco tempo atrás estávamos combatendo a maior pandemia da história, praticando o isolamento social e esperando ansiosamente para sermos vacinados. A forma como lidamos com trabalho, relacionamentos, consumo e outras dinâmicas mudou drasticamente, pra melhor e para o pior também.


Muitos de nós passamos a usar a pandemia como pretexto para dar uma filtrada nas amizades e redefinir prioridades. Alguns gostaram de passar mais tempo em casa, inclusive trabalhando; outros, não viam a hora de voltar para a pista. Sem julgamentos aqui, pois o objetivo deste post é analisar a nossa relação com a internet e as redes sociais.


A maioria dos meus amigos usa o Instagram ou o Facebook, e se por acaso você não usa nenhum, aposto o meu rim que você tem WhatsApp. Sim, este último também conta como rede social porque você usa para se comunicar quer queria quer não, e pode passar horas nele sem perceber, sem falar que estes três aplicativos pertencem à mesma empresa -Meta, que não está de brincadeira.


Se antes da pandemia eu já me considerava viciada no Instagram, hoje tenho certeza de que estou prestes a me inscrever em um retiro detox. Posso passar a vida culpando os ossos do ofício de ter um e-commerce, mas sei que o buraco é mais fundo. Ansiedade, é você?


"Mas eu uso as redes sociais para trabalhar..."


Quem nunca se iludiu com esta desculpa? Pois eu também uso para trabalhar, mas entre um post e outro, de repente estou assistindo Reels de cachorros e trocando memes por direct em plena tarde. Por mais que meu trabalho exija consumo de conteúdo online e estar conectada para atender clientes, é muito fácil e tentador se perder nas águas turbulentas do Instagram e me pegar checando o celular a cada 5 minutos, mesmo sem receber nenhuma notificação.


"Ah, mas fazer pausas é importante para a produtividade..."


Estimular a mente em frente à uma tela de celular soa relaxante pra você? A princípio, talvez seja divertido assistir a um video fofo ou ler um conteúdo interessante. Mas à medida que o algoritmo vai sugerindo posts parecidos, fazendo com que você não consiga parar de rolar o feed e se perder no tempo, aí a coisa fica perigosa. Qual o sentimento que te permeia quando você se depara ao final do dia, quando deixou de descansar ou terminar uma tarefa importante?

Antes fosse apenas o impacto na produtividade, mas esta é apenas a ponta do iceberg, não é mesmo?


No início, as redes sociais possuiam a única finalidade de nos conectar com amigos e familiares, mas evoluiu para uma ferramenta de trabalho tanto para empresas como para influencers, e nossa credibilidade profissional passou a depender de número de seguidores, muito mais do que anos de experiência ou até mesmo nosso CV. Como empreendedora, gosto de contar com mais uma plataforma de divulgação da minha marca, mas as constantes atualizações geram ansiedade e ocasionalmente, um desânimo por não conseguir acompanhar todas as tendências. Como usuária (esse termo é assustador), me sinto exausta pela enxurrada de informação e estímulos, tanto para comprar como para ser ou agir de tal forma - de estar presente dentro de um espaço virtual?


No final do dia, não consigo chegar à uma conclusão, nem saber o que fazer com tudo isso. É fácil falar em equílibrio, controle emocional, mindfulness, meditação, mas quanto disso consigo aplicar de fato, e por quanto tempo? Ficar sem redes sociais por alguns dias é fácil (já fiquei sem Facebook durante meio ano e Instagram por duas semanas), mas a ideia não é tomar medidas drásticas, nem chegar a este ponto - podemos chamar de burnout tecnológico? Ou estou exacerbando um típico caso de FOMO (Fear of missing out) e ansiedade?


Já tentei desinstalar os aplicativos do celular, mas sempre acabo reinstalando no dia seguinte. Já deixei o aparelho em outro cômodo para dificultar o acesso, já restringi o acesso pelo Screen Time...mas nada parece impedir o ímpeto de checar o celular a toda hora. Como você organiza e controla o tempo que passa nas redes sociais de maneira sustentável e duradoura?




14 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


Muito difícil não sucumbir aos conteúdos nas redes sociais, eu recentemente ouvi falar de JOMO - Joy of Missing Out e gostei! Desejo sentir JOMO com mais frequência, ficar feliz por "perder" algumas coisas/eventos e estar onde estou =)

Like
bottom of page